sexta-feira, 27 de abril de 2012

Número de mortes por dengue no Piauí este ano já é 50% maior que em 2011



Com a confirmação da terceira morte por dengue, somente este ano, pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesapi), acende o sinal vermelho no Piauí. Este número, por exemplo, já é 50% maior que o total de falecimentos pela doença registrados em 2011. Só nos últimos cinco anos, foram notificadas 24 mortes de piauienses provocadas pela picada do mosquito Aedes Aegypti.

Ano passado, foram registradas duas mortes, ambas no litoral piauiense. Esse ano, até o último dia 20 de abril, foi confirmado três mortes, sendo duas por dengue hemorrágica. Os falecimentos aconteceram em Floriano, União e Teresina. Ainda na capital, foram registrados dois casos de dengue com complicação e mais três de dengue hemorrágica, porém todos sem óbito.

De acordo com os dados da Sesapi, mesmo ainda estando em abril, 2012 já é o terceiro pior ano em mortes por dengue no Piauí da série histórica calculada pela Coordenação Estadual de Epidemiologia. O pior ano foi em 2007, quando um total de 12 pessoas morreu por cauda da doença. O segundo pior foi 2010, com sete mortes registradas. Nos anos seguintes, os falecimentos não ultrapassam a casa dos dois.

Por conta disso, a Sesapi vem procurando reforçar as campanhas de orientação conta a doença, principalmente neste período chuvoso, onde a proliferação da doença cresce com a facilidade dos criadouros nos quintais e dentro de casa. Ainda assim, os números das Sesapí, apontam para uma redução em quase 45% do total de casos no Estado, em relação ao mesmo período do ano passado.

A preocupação maior, mesmo, é com Teresina, que dos 3.611 casos confirmados deste ano, 2.018 foram verificados somente na capital, ou seja, mais de 55% do total. Esse número de casos confirmados em Teresina até a 16ª Semana Epidemiológica, fechada no último dia 20 de abril, é quase 70% maior que a verificada no mesmo período do ano passado. Além da capital, outras 17 cidades tem casos confirmados, veja total abaixo, por município:

Veja o número de casos por cidade:


Sebastião Leal (12 casos)
Água Branca (48 casos)
São Raimundo Nonato (155 casos)
Beneditinos (96 casos)
Floriano (222 casos)
Teresina (2018 casos)
Piripiri (138 casos)
Pio IX (54 casos)
José de Freitas (71 casos)
Caracol (63 casos)
Campo Maior (22 casos)
Jurema (12 casos)
Oeiras (74 casos)
Pedro II (40 casos)
Picos (26 casos)
Ribeiro Gonçalves (30 casos)
Miguel Alves (48 casos)
Dirceu Arcoverde (27 casos)
Parnaiba (26 casos)

Nenhum comentário :