terça-feira, 30 de outubro de 2012

Mais de 43% terão que se recadastrar no Bolsa Família do Piauí


Mais de 43% das famílias atendidas pelo Bolsa Família no Piauí estão com suas informações desatualizadas no Cadastro Único e correm risco de perder o acesso ao benefício. O alerta é do próprio Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), responsável pelas ações do programa em todo o Brasil.

Pelos números do MDS, das 58.670 famílias atendidas no Estado, apenas 33.006 estão com a situação resolvida. As famílias que necessitam de renovação de cadastro somam 25.664, que correspondem a 43,7% do total. Por mês, o Bolsa Família paga cerca de R$ 60 milhões no Piauí.

As prefeituras precisam atualizar as informações cadastrais de 672.922 famílias até dezembro. Os beneficiários convocados estão há dois anos sem renovar as informações no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal.

O objetivo da ação, realizada em parceria com estados e municípios, é aprimorar o programa de transferência de renda e destinar os recursos apenas a quem se enquadra no critério de renda mensal por pessoa de até R$ 140. A cada dois anos, as famílias que estão no Cadastro Único, atendidas ou não pelo programa de transferência de renda, devem alterar ou confirmar seus dados.

Renda, nascimento ou falecimento na família são determinantes para definir o valor do benefício. A identificação correta da escola de crianças e adolescentes, por exemplo, é fundamental para o acompanhamento da frequência escolar, contrapartida do programa.Tanto as famílias beneficiárias quanto os gestores devem estar atentos ao prazo para evitar que o pagamento seja bloqueado a partir de janeiro.

Nenhum comentário :