sexta-feira, 28 de junho de 2013

Presidente da câmara rebate denúncias de irregularidades


Neta Castelo Branco, presidente da Câmara de Vereadores de Parnaíba.
A presidente da Câmara Municipal de Parnaíba, Francisca das Chagas Castelo Branco Neta apresentou esclarecimentos quanto à denúncia de que a ex-assessora operacional Maria Eliane Alves dos Santos  teria sido contratada no exercício de 2012 no valor de R$ 900 e recebia somente R$ 200. Neta falou que a denunciante assinava em folha na tesouraria o seu pagamento e, então, não tem como alegar que desconhecia o valor.
De acordo com a presidente, Maria Eliane não esteve lotada em seu gabinete. “Ela não era minha funcionária, trabalhava na área administrativa e todo dia 20 estava na câmara para receber um cheque nominal”, destacou Neta. A vereadora informou que ajudou Eliane após um trabalho de campanha de eleitoral e foi a denunciante que naquela época pediu ajuda.
Segundo nota de esclarecimentos, Santos foi nomeada em 04 de janeiro de 2012 e exonerada em 31 de dezembro do mesmo ano, conforme as portarias n°029/2012 e 301/2012. Quanto ao expediente, Neta destacou que na câmara não há regime de relógio ou livro de ponto, pois devido à natureza dos serviços não precisam ser prestados necessariamente naquela casa.  
No tangente ao amparo social através da Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS) para o filho deficiente e que foi negado pelo INSS, a vereadora disse que o benefício foi buscado quando Eliane não estava mais na Câmara. Ressaltou que é necessária como pré-requisito uma renda familiar que não passe de ¼ do salário mínimo, sendo que a mesma é funcionária registrada em uma empresa privada e trabalha em uma ótica no centro.
Diante da denúncia repercutida, a presidente da Câmara Municipal enfatizou que adotou providência com uma interpelação judicial contra a denunciante para que os argumentos sejam fundamentados e esclarecidos. Na possibilidade de lago ser provado garantiu que vai saldar com o que lhe cabe. Neta Castelo Branco enfatizou que sua gestão é transparente e como prova maior extinguiu as regalias que haviam em seu gabinete e se mostrou aberta a imprensa para esclarecimentos necessários. 
VIA  Proparnaiba.com

 

Nenhum comentário :