sexta-feira, 28 de junho de 2013

Vigilância Sanitária divulga resultado da investigação no Restaurante Popular

alt
O município também procederá algumas adequações para melhoria dos serviços prestados naquele estabelecimento, as quais também serão devidamente acompanhadas por esta Vigilância Sanitária.
Esclarecemos que o Senhor Prefeito Municipal exigiu a divulgação de todos os resultados de exames, bem como o compartilhamento das informações com a Diretoria Estadual de Vigilância Sanitária, o que foi procedido, sendo que na próxima semana teremos reunião com a direção daquele órgão estadual.
As constatações e demais elementos técnicos estão sendo disponibilizados para instrução do processo de Sindicância, determinado pelo Senhor Prefeito Municipal e pela Sra. Secretária de Saúde do Município.
A data da reabertura será definida após parecer conclusivo desta Vigilância Sanitária sobre os procedimentos de adequação que foram exigidos e que estão em fase de execução, mediante acompanhamento deste setor.
As responsabilidades serão apuradas no âmbito do processo de sindicância determinado pelo Sr. Prefeito Municipal e Sra. Secretária de Saúde, cuja instrução necessitava das conclusões desta Vigilância Sanitária.
Segue abaixo, quadros demonstrativos dos exames realizados e Parecer Final.


RESULTADOS DOS EXAMES LABORATORIAIS DOS INGREDIENTES DA REFEIÇÃO SERVIDA NO DIA 24 DE MAIO DE 2013:


Pesquisa de Coliformes a 45° C/g ou ml
Pesquisa de Salmonella SP/25g ou ml
Pesquisa de Staphylococcus Coagulase Positiva

FAROFA DE FRANGO

Insatisfatório

Insatisfatório

Insatisfatório

VINAGRETE

Insatisfatório

Satisfatório

----

FEIJOADA

Insatisfatório

Satisfatório

Satisfatório

ARROZ

Satisfatório

Satisfatório

----

RESULTADOS DOS EXAMES LABORATORIAIS DA ÁGUA



Local
Resultado COLIFORMES TOTAIS

Conclusão
Resultado ESCHERICHIA COLI

Conclusão

1
BEBEDOURO 1 (ÁGUA P/ SUCOS)

PRESENÇA

INSATISFATÓRIO

Ausência

Satisfatório

2
BEBEDOURO 2 (ÁGUA P/ SUCOS)

PRESENÇA

INSATISFATÓRIO

Ausência

Satisfatório

3
SETOR DE LAVAGEM DE MÃOS

Ausência

Satisfatório

Ausência

Satisfatório

4
SETOR DE HIGIENIZAÇÃO DAS BANDEIJAS

Ausência

Satisfatório

Ausência

Satisfatório

5
TORNEIRA DO SETOR SALADAS

Ausência

Satisfatório

Ausência

Satisfatório

6
SETOR DE HIGIENIZAÇÃO DE GRÃOS

Ausência

Satisfatório

Ausência

Satisfatório

7
TORNEIRA HIGIENIZAÇÃO DE FRUTAS

Ausência

Satisfatório

Ausência

Satisfatório

8
TORNEIRA – SETOR DE CARNES

Ausência

Satisfatório

Ausência

Satisfatório
 
TERMOS DE OBRIGAÇÕES A CUMPRIR
  1
Manter o fluxo de higiene operacional contínuo.
2
Retirar e lavar todos os utensílios.
3
Providenciar a retirada das caixas de papelão na Câmara de Congelados.
4
Solucionar o mau cheiro exalado pela fossa séptica.
5
Providenciar sabonete líquido, papel toalha e lixeira para o lavatório da área de manipulação.
6
Providenciar o conserto do Jato de água quente na área de lavagem das bandejas.
7
Providenciar a fixação na parede da tomada trifásica da máquina de lavar bandeja.
8
Providenciar a troca das lâmpadas queimadas do refeitório.
9
Providenciar o conserto dos ventiladores do refeitório.
10
Providenciar sabonete líquido, papel toalha, porta papel toalha e lixeira de acionamento a pedal para o banheiro público.
11
Instalar tela milimétrica em todas as aberturas e nos exaustores da área de manipulação/cocção.
12
Providenciar revestimento com material impermeável de fácil higienização de todas as paredes do refeitório.
13
Providenciar telas milimétrica nas janelas e portas que dar acesso a área externa do refeitório.
14
Providenciar caixas adequadas que tenha fácil higienização para acondicionamento das frutas.
15
Providenciar o conserto dos sanitários do banheiro público.

PARECER TÉCNICO
CONSIDERANDO as conclusões dos laudos de análise dos alimentos, onde foi constatada a contaminação da farofa de frango por Staphtlococus, Salmonella e Coliformes a 45° C/g, e a contaminação da Feijoada e do vinagrete por Coliformes a 45° C/g;

CONSIDERANDO as conclusões dos laudos de análise da água, onde foi constatada a contaminação das amostras dos bebedouros por COLIFORMES TOTAIS;

CONSIDERANDO que, no dia 24 de maio, foi observada no Restaurante Popular, a higiene operacional dos banheiros em não conformidade, com excesso de sujidade, desorganizado e sem controle de higienização continua, e, a ausência de material de higiene pessoal nos banheiros e setores;

CONSIDERANDO que, no dia 24 de maio, foi observada no Restaurante Popular, a presença de alimentos manipulados/temperado nas câmaras sem proteção, sem identificação e ou controle de validade;

CONSIDERANDO que, a contaminação dos alimentos pode ocorrer através dos manipuladores, de utensílios sujos, de higienização inadequada, da estocagem e da preparação incorreta dos alimentos;

CONSIDERANDO que, O Staphylococcus aureus é um dos principais agentes causadores de intoxicações alimentares, geralmente relacionado com os manipuladores o tempo de incubação varia de 1 a 6 horas após a ingestão e que todos os alimentos manipulados são suspeitos de contaminação; 

CONSIDERANDO que, a presença de Coliformes em alimentos processados, é considerada uma indicação útil de contaminação pós-processo, evidenciando práticas de higiene e sanificação abaixo dos padrões requeridos para o processamento de alimentos;

CONSIDERANDO o INQUÉRITO EPIDEMIOLÓGICO realizado pelos técnicos da Diretoria de Vigilância Epidemiológica e a INSPEÇÃO SANITÁRIA realizada pelos Médicos Veterinários da Diretoria de Vigilância Sanitária, resolve:

Dar parecer favorável a reabertura do Restaurante Popular, após o cumprimento de todas as exigências solicitadas pela Vigilância Sanitária conforme o termo de obrigações a cumprir.

Em conformidade com orientação da Sra. Secretária Municipal de Saúde e do Sr. Prefeito Municipal este Parecer deve ser encaminhado para instrução de Processo de Sindicância, para apuração das responsabilidades.
Superintendência de Comunicação |

Nenhum comentário :