quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Assassino do travesti Michelle Santos mora em Parnaíba

O assassinato do travesti Joales dos Santos, 22 anos, conhecido como “Michelle Santos”, pode não ter sido um caso de homofobia, necessariamente. O fato aconteceu na madrugada do dia 16 de agosto, no bairro Piauí, em Parnaíba.
“Michelle” recebeu um tiro no peito após um desentendimento com um cliente que pagou somente R$ 10, quando o valor cobrado pelo programa era R$ 50.
A quase dois meses do crime, restam à polícia confirmar poucos dados para indicar com precisão o autor do assassinato, já que no momento existem dois suspeitos de ter matado. O assassino é morador de Parnaíba e se utilizou de uma Hilux de cor preta no momento do desentendimento e teve o vidro quebrado pela “Michelle”. Depois retornou, em um Cross Fox de cor prata, para fazer a execução.
As informações dão conta de que o assassino é um funcionário público que tem entre 35 a 40 anos de idade. Ele não era cliente fixo do travesti e contratou somente aquele programa. Daniell Ferreira, delegado de Polícia Civil, foi nomeado especialmente para cuidar do caso. A polícia está trabalhando com cautela, mas de maneira que as investigações estão avançadas.
Daniel Santos para o Proparnaiba.com

Nenhum comentário :