quinta-feira, 28 de março de 2013

Superlotação nas vans deixa passageiros feridos em Parnaíba


Foto: Valdênia Santos
O problema do transporte coletivo em Parnaíba é notório por todos que dependem dele diariamente para se deslocar, já que a cidade conta apenas com o serviço da Cooperativa de Transportes Alternativos e Autônomos de Parnaíba Ltda (Coopertranp). Mas um problema pontual se agravou no bairro Piauí, um dos que mais cresceu nos últimos anos. Diariamente passageiros andam esmagados, disputando um lugar para se segurar, principalmente nos horários de pico.
No fim da manhã de terça-feira (26), a estudante Bianca Gabriela de 10 anos, teve seu braço machucado quando umas das portas se abriu. “Quando a porta abriu machucou o meu braço, até cortou por causa da pulseira que eu estava usando”, reclamou a estudante, que voltava da escola ao meio dia, em uma van superlotada. A estudante Vitória, de 13 anos, também já ficou com o pé preso em uma das portas. Após gritar, o motorista se deu conta e abriu a porta. Esse tipo de acidente acontece diariamente, principalmente nos horários de entrada e saída das escolas.

A estudande Grabriela, de 10 anos, teve o braço machucado quando umas das portas se abriu
Os usuários de transporte coletivo reclamam da superlotação, mas também reclamam quando as vans não param. “Todos querem ir para casa, principalmente no horário de almoço. Se a gente não para o povo diz que vai denunciar, se para reclama da superlotação”, dizem os motoristas.
“A gente ia pegar a van de 11h45, mas ela não parou, estava muito lotada. O jeito foi pegar a de 12h, mesmo estando lotada também, a gente queria era ir pra casa”, disse uma outra estudante, amiga de Gabriela.
O bairro conta hoje com cinco micro-ônibus que fazem diferentes linhas, contemplando quase todos os moradores, chegando até os novos conjuntos construídos pelo Minha Casa Minha Vida. São as vans 05, 30, 33, 96 e 106 o que ainda é insuficiente. Os micro-ônibus tem de 20 a 30 assentos, mas nos horários de pico chegam a transportar mais de 60 pessoas, entre crianças, adultos e idosos, o que acaba ocasionando pequenos acidentes.
Autoridades locais e a Coopertranp devem ter mais atenção com o problema. Isso é um descaso com a população que depende desse transporte diariamente para estudar, ir ao trabalho etc.
Jornal da Parnaíba | Por Valdênia Santos/PCN

Quadrilha é presa após realizar uma série de assaltos a comércios em Luis Correia-PI

O bando é procedente de Teresina e foi capturado em um cerco policial na BR 343, nas proximidades de acesso a Lagoa do Portinho. 
Quadrilha na central de flagrantes
Uma mega operação da policia, contou com homens da Policia Civil, Força Tática de Parnaíba, Grupo Reservado da PM e militares da Companhia Independente do Policiamento Turístico de Luis Correia, sob o comando do Major Pacífico, conseguiram capturar 4 integrantes de uma quadrilha de assaltantes procedentes de Teresina, que realizaram 2 assaltos a estabelecimentos comerciais na cidade de Luis Correia nos dias 26 e 27 últimos.
A quadrilha era composta por dois casais, identificados como José Francisco Pereira Neto, (Bin Laden), de 25 anos, apontado como líder do bando, Carla Mayara Nascimento Pereira, de 19 anos, José Eduardo Nogueira, de 28 anos, e Edna Lúcia Alves, de 28 anos, todos procedentes de Teresina, presos em   flagrante após assalto ao mercantil Econômico no centro de Luis Correia, fato ocorrido por volta das 18hs 30min. dessa última quarta-feira(27).
O bando  também foi acusado de assalto ao comércio do Sr. Veras no inicio da noite de terça-feira (26) e reconhecido pelas vítimas na Central de Flagrantes em Parnaíba.
Das prisões:
Uma perseguição policial aos suspeitos, teve inicio na rua Nova por volta das 20hs e seguindo até o bairro Santa Luzia, as margens do manguezal, onde o veículo ocupado pelos criminosos caiu em um buraco em uma via de difícil acesso e teve o fim da perseguição motorizada.
A quadrilha abandonou o veículo e empreendeu fuga na mata atlântica (mangues) passando próximo da ponte que divide as cidades Luis Correia e Parnaíba, enfrentando água e lama na altura do peito chegando até imediações da entrada de acesso a Lagoa do Portinho, onde foram surpreendidos e capturados por um grande aparato policial já por volta das 22h 30.
Veja fotos
 Criminosos chegando a central de flagrantes
 Arma e o dinheiro importando R$ 5.593 reais, que estava em posse do bando
Os criminosos, o dinheiro apreendido e os pertences apreendidos estavam úmidos por que usaram o manguezal fugindo da policia.
Revólver calibre 38 estava com 5 munições
Sendo 3 intactas e duas deflagradas
 Bin Laden, tido como líder do quarteto
Eduardo Nogueira, acusado de ter feito disparo com a arma apreendida atingindo o ombro do empacotador .do Mercantil Econômico
 Edna - componente da quadrilha
Carla, também integrante do bando
 Carro abandonado pelos criminosos durante a perseguição
 Veículo ficou danificado pela colisão com o buraco
 Buraco onde o carro despencou, pois o bando não conhecia a rota de fuga
Fim da linha para o veículo utilizado nos assaltos
 Major Pacífico e Capitão Galeno lideraram as buscas aos criminosos
 Delegados Marcos Basto (central de flagrantes) e Eduardo Ferreira (Luis Correia) autuaram os envolvidos no artigo previsto em lei no CPB
Militares que participaram da operação
O GRP sob o comando do coronel Sousa localizou os suspeitos abrindo espaço para a Ciptur capturar os criminosos
Fonte: Portal do Catita

quarta-feira, 27 de março de 2013

Redução da maior idade penal de 18 para 16 anos causa polêmica

Para os especialistas o Estado deveria ser mais atuante na realização de políticas públicas para combater a violência entre jovens


A redução da maior idade penal, o extermínio da juventude e a criminalização da pobreza são alguns dos temas que vem mobilizando em todo o país jovens a se manifestarem contra. Sobre o assunto conversamos com o vice presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB-PI, o advogado criminalista Carlos Edilson, não vê na redução da maior idade penal como a solução para reduzir a violência entre jovens.

“A redução da maior idade penal é um tema bastante discutido, bastante polêmico. Mas eu entendo e defendo que não é a saída mais viável para a redução da criminalidade. Porque fazer com que a imputabilidade desses jovens diminui de 18 pra 16 anos de idade não vai fazer com que os criminosos e traficantes peguem cada vez mais adolescentes mais jovens, então reduzir a maior idade penal não é a solução mais adequada”, defende.
Teresina é apontada entre as capitais do Nordeste como aque tem o menor número de homicídios, isso de acordo com estatísticas recentes do Mapa da Violência 2012. Contudo, nos últimos 10 anos foi registrado o aumento de 38,3% em mortes violentas no Estado. No mesmo período sofreu uma redução em 5% nas mortes envolvendo jovens.

O coordenador do Centro Educacional Masculino - CEM, Herbert Neves, comenta a estatística de violência no Estado e relembra o caso da menina Débora, de 5 anos de idade, estuprada e assassinada pelo irmão de 17 anos, no município de Demerval Lobão. Hoje no CEM, 40 jovens cumprem pena por crimes diversos, entre eles, 5 respondem por estupro. De acordo com o coordenador, o ato infracional entre jovens é uma responsabilidade que envolve família, Estado e sociedade.
“A questão é que há um contexto maior, no meu entendimento acredito que os valores foram abonados a questão das normas dentro dos espaços familiares e perdeu-se os valores no sentido de que os pais, os responsáveis diretos eles perderam o controle da sua rotina de vida com esses adolescentes”, esclarece o coordenador do CEM.

O presidente do Conselho Estadual da Juventude no Piauí, defende que com a banalização das drogas os jovens tem sido alvos da morte. Com a falta de políticas públicas ele acredita que a violência possa crescer ainda mais no Piauí.
“É triste saber que os governantes sabem disso, tem esses relatos, tem os dados e as estatísticas, mas não fazem nada. Então não adianta discutir redução de maior idade penal porque o culpado é o Estado. Ele não está dando opção pra essa juventude, não faz a prevenção, não faz a cura quando deveria fazer com o tratamento e emprego para todos. Então infelizmente essa realidade não vai mudar do dia para a noite”, argumenta.

FONTE: Marcilany Rodrigues

Marca da besta será obrigatória em 2013!!!

existem profecias para tudo acredite se quiser quem viver veras
mais um grupo de pessoas que sonha em ver o mundo se acabando poderia ler mais amar mais e vive mais
religioes pregam a besta o numero 666 e fim disse jesus a minha volta so o pai que estai no ceu saber o dia e a hora para que os homem fica dissendo e hoje e manha todo dia acaba para quem morrem e se inicia se uma nova vida creia em deus e que jesus e maria lhe abencoe 

7 vidas: Prostituta que 'morreu' durante sexo ressuscita em velório e dá grito


Uma prostituta contratada por um cliente para um programa acabou morrendo durante o sexo em um hotel em Bulawayo (Zimbábue). 
Após constatação da morte, o corpo da garota foi posto em um caixão. Mas quando os agentes recolhiam o corpo, a mulher se levantou, assustando todos os curiosos que estavam e volta.
Segundo informações do site "Bulawayo 24", a morta se levantou do caixão, gritando: "Vocês querem me matar, vocês querem me matar!".
Muitos dos curiosos que acompanhavam a movimentação no hotel fugiram da cena após a prostituta ressuscitar. Outros desmaiaram e houve quem fosse pisoteado por pessoas que saíram correndo com medo.

Maior ataque cibernético da História' atinge internet em todo o mundo


A internet ficou mais lenta ao redor do mundo nesta quarta-feira devido ao que especialistas em segurança chamaram de maior ciberataque da História
BBC Brasil
BBC
Uma briga entre um grupo que luta contra o avanço do spam e uma empresa que abriga sites deflagrou ataques cibernéticos que atingiram a estrutura central da rede.
O episódio teve impacto em serviços como o Netflix - e especialistas temem que possa causar problemas em bancos e serviços de email. Cinco polícias nacionais de combate a crimes cibernéticos estão investigando os ataques.
O grupo Spamhaus, que tem bases em Londres e Genebra, é uma organização sem fins lucrativos que tenta ajudar provedores de email a filtrar spams e outros conteúdos indesejados.
Para conseguir seu objetivo, o grupo mantém uma lista de endereços que devem ser bloqueados - uma base de dados de servidores conhecidos por serem usados para fins escusos na internet.
Recentemente, o Spamhaus bloqueou servidores mantidos pelo Cyberbunker, uma empresa holandesa que abriga sites de qualquer natureza, com qualquer conteúdo - à exceção de pornografia ou material relacionado a terrorismo.
Sven Olaf Kamphuis, que diz ser um porta-voz da Cyberbynker, disse em mensagem que o Spamhaus estava abusando de seu poder, e não deveria ser autorizado a decidir 'o que acontece e o que nao acontece na internet'.
O Spamhaus acusa a Cyberbunker de estar por trás dos ataques, em cooperação com 'gangues criminosas' do Leste da Europa e da Rússia.
A Cyberbunker não respondeu à BBC quando contactada de forma direta.
'Trabalho imenso'
Steve Linford, executivo-chefe do Spamhaus, disse à BBC que a escala do ataque não tem precedentes.
'Estamos sofrendo este ciberataque por ao menos uma semana'. 'Mas estamos funcionando, não conseguiram nos derrubar. Nosso engenheiros estão fazendo um trabalho imenso em manter-nos de pe. Este tipo de ataque derruba praticamente qualquer coisa'.
Linford disse à BBC que o ataque estava sendo investigado por cinco polícias cibernéticas no mundo, mas afirmou que não poderia dar mais detalhes, já que as polícias envolvidas temem se alvos de ataques também.
Os autores da ofensiva usaram uma tática conhecida como Negação Distribuída de Serviço (DDoS, na sigla em inglês), que inunda o alvo com enormes quantidades de tráfego, em uma tentativa de deixá-lo inacessível.
Os servidores do Spamhaus foram escolhidos como alvo.
Linford disse ainda que o poder do ataque é grande o suficiente para derrubar uma estrutura de internet governamental.

Pai de menino morto no Sul do RJ nega envolvimento com suspeita

'Nunca houve nada entre a gente', afirma Heraldo a respeito de manicure.
Família diz que nunca deu autorização para táxi buscar a criança na escola.


O empresário Heraldo Bichara Júnior, pai de João Felipe Eiras Santana Bichara, morto aos 6 anos pela manicure da mãe em Barra do Piraí, região Sul Fluminense, negou na manhã desta quarta-feira (27), qualquer envolvimento com a suspeita, Susana do Carmo de Oliveira Figueiredo. “Nunca houve nada entre a gente”, afirmou Heraldo em entrevista ao G1. Ele disse ainda que João Felipe não tinha autorização para ser retirado do Instituto de Educação Nossa Senhora Medianeira por nenhum táxi.

A manicure confessou ter matado João Felipe na segunda (25), depois de ligar para a escola do garoto se passando pela mãe, pedir para que ele fosse liberado da aula e colocado em um táxi. O garoto foi levado para um hotel, onde acabou asfixiado. O corpo foi colocado em uma mala e achado pela polícia na casa de Susana. Uma das cinco versões dadas à polícia pela suspeita era de que o motivo do crime seria se vingar do pai da criança, com quem teria um relacionamento.
“Era sempre a mãe dele quem buscava e levava. Nunca mandamos táxi. Inclusive no início do ano foi nos dado uma ficha de autorização que a gente preencheu informando quem seriam as pessoas que poderiam buscar o João na escola. E somente eu, a Aline (mãe do garoto), meu pai e uma cunhada, que também tinha os filhos estudando no colégio, poderiam buscar ele na escola. Mas era sempre a Aline quem levava e buscava”, revelou.
Heraldo Jr. afirmou ainda que a família não pensa em processar a escola. “Não pensamos nisso, mas o colégio não pode querer jogar, dividir a culpa com a gente, que não temos. Essas versões apresentadas agora pelo colégio não condizem com a verdade”, concluiu.
'Ela deve estar com uma psicose qualquer'
Um dia após o enterro de João Felipe Eiras Bichara, o avô, Heraldo Bichara de Souza, declarou ao G1 que a família está “o pior possível”. Ele também afirmou que uma das versões apresentadas por Susana do Carmo de Oliveira Figueiredo de que teria um relacionamento com o pai do menino e, por isso, teria assassinado João Felipe, “não existe”.
“Estamos o piores do que você pode imaginar. Isso é uma calúnia, ela é uma psicopata, falando desse relacionamento com meu filho. Isso não existe. Ela quem teria interesse nele. Como pode uma pessoa que frequentava a casa do meu filho, que fazia a unha da minha nora toda a semana, fazer uma coisa dessa e ainda falar uma coisa dessa? ”, declarou Heraldo.
“Meu filho administra uma fazenda, sai às 5h para trabalhar e só retorna às 18h. À noite, estuda agronegócios. Que tempo que esse menino tem? Sábado ele também trabalha. E domingo está sempre almoçando com a nossa família. É uma loucura, ela deve estar com uma psicose qualquer. Não acredito que meu filho esteja envolvido. Isso é uma forma de defesa dela”, completou.
Depoimento
Em torno de 11h desta quarta-feira (26), o advogado da família, Jorge Roberto da Cruz, esteve na 88° DP (Barra do Piraí) para justificar a ausência de Heraldo Júnior. e Aline. O advogado declarou que os pais de João Felipe estão sem condições de dar depoimento neste momento. “Estamos tentando encontrar forças não sei de onde”, desabafou o avô do menino.
O advogado também afirmou que a família ainda não definiu se vai entrar com uma ação na justiça contra a escola. O delegado, José Mário Omena, declarou que nesta quarta-feira pretendia ouvir os pais de João Felipe para tentar entender a motivação do crime.
“Pretendíamos ter o depoimento da família para darmos o próximo passo, porém, eles não compareceram. Vamos enviar um nova intimação pois é fundamental esclarecer a motivação. A concepção do crime demonstra raiva. Não sei se teve outro tipo de conflito, e não apenas com o pai. Estamos tentando entender”, concluiu
Sobre o possível envolvimento de outras pessoas no crime, o delegado afirmou que vai analisar novamente, com calma, essa possibilidade. Contudo, ele afirmou que continua acreditando que ela agiu sozinha.
“Vou checar novamente, com calma, o envolvimento de outros, mas tudo aponta que não houve participação no crime pelas pessoas que ela aponta. O Rafael já foi ouvido. Ele alega que não sabia, que funcionou apenas como taxista. Todo o depoimento dele era nesse sentido. Ele fala que ela contratou o serviço e que ela tinha o cartão dele, como é comum em todo taxista dar o seu cartão para futuras corridas”, informou Omena.
O delegado afirmou ainda que outro item que afasta Rafael do envolvimento é o fato de Susana ter ligado novamente para ele ao sair do hotel com o menino, entretanto, ele não a atendeu, pois estava em outra corrida.
“Isso é um item que o afasta bastante da situação do crime. Como um taxista que está fazendo parte de um plano de um crime desaparece assim para fazer uma corrida? E sobre o outro taxista, foi ele quem ligou para o 190 quando reconheceu a foto do menino nas redes sociais. Isso também o afasta do crime. Todas as informações que ela deu foram checadas e todas eram desencontradas”, afirmou.
Segunda morte brutal na família
Heraldo contou ainda que esta é a segunda vez que a família passa por uma perda brutal. Há 20 anos, sua filha, Vanuza Capato Bichara Braga foi assassinada pelo marido, em Barra do Piraí.
“É a segunda perda. Ela tinha 22 anos. Crio o filho dela como se fosse o pai. E minha esposa, Heliete com 69 anos, tem Alzheimer, tenho sete pessoas para ajudar a cuidar dela. Ela é linda, mas não fala direito e está em uma cadeira de rodas”, declarou emocionado.
O avô de João Felipe falou ainda sobre a brutalidade do crime e que a família ainda está tentando entender o motivo que levou Susana a assassinar o menino de seis anos.
“Pelo amor de Deus. Nada justifica uma crueldade dessa, mesmo se ela tivesse qualquer coisa com meu filho. Estamos tentando entender qual o motivo”, concluiu.
Cristiane Cardoso Do G1 Rio, em Barra do Piraí
63 comentários
fonte

Parnaíba: confira horários de funcionamento do comércio no feriado

Imagem: Tacyane Machado
Por conta dos feriados desta semana em decorrência da Semana Santa, estabelecimentos comerciais, além de outros órgãos do município de Parnaíba terão horário restrito de funcionamento.

Os supermercados fecham na quinta-feira (28/03) e abrirão no sábado de aleluia. Portanto, consumidores terão a oportunidade de fazer as compras no final de semana, mas vale a pena ficar atento à data.

Já com relação aos comércios, estes fecham na quinta-feira (28/03) e abrirão no sábado, mas vale ressaltar, que deverão funcionar até as 13h do dia informado.

Quem pretende realizar algum pagamento, fazer alguma transação bancária e/ou mesmo depender de algum serviço proveniente dos bancos, devem fazê-los até a quinta-feira (28/03). A partir desta data, os bancos ficarão fechados e só retornarão às suas atividades normais, na próxima segunda-feira, após o feriado.

MANICURE REVELA COMO MATOU MENINO: "COLOQUEI A TOALHA, TAPANDO A VIA RESPIRATÓRIA COM A MÃO"


Suzana do Carmo de Oliveira Figueiredo, a manicure de 22 anos presa pela morte de João Felipe Eiras Bichara, de 6, em Barra do Piraí, no Sul Fluminense, explica como assassinou o menino.

O que aconteceu?

Eu não fiz isso sozinha. Tive a ajuda dos taxistas e do recepcionista do hotel. Só que eles armaram de uma forma, que se desse errado, a culpa ia cair em mim.

Por que você fez isso?

Era para dar um susto no pai. Tivemos um relacionamento de 1 ano e 6 meses. Não queria mais nada, mas ele estava insistindo.

Você planejou o crime?

Planejei, há duas semanas, pegar a criança, dar um susto e soltar em algum lugar.

Como você matou o menino?

A situação saiu de controle quando o cara da recepção subiu e ficou na porta do quarto, dizendo que eu tinha de dar um jeito de matar a criança. Coloquei a toalha nele, tapando a via respiratória com a mão. E como ele batia os pés, o cara pegou o lençol e amarrou as pernas dele.

Fonte: Extra

Polícia Federal deflagra operação "Catavento" em Parnaíba


 
Imagem: Tacyane Machado
Por meio de informações da prática reiterada do tráfico de drogas do Bairro São Vicente de Paulo, em Parnaíba, a Polícia Federal fez diligências com o intuito de identificar os locais de comercialização de entorpecentes no bairro.

A partir deste trabalho foram levantados os nomes dos principais envolvidos com o tráfico e com um conjunto de indícios foi apresentado ao poder judiciário o pedido de mandado de buscas.

De acordo com o delegado da Polícia Federal, Albert Paulo Sérvio de Moura, a prática do tráfico de drogas nos locais onde foram feitas as buscas eram tão comum, que a polícia abriu mão de pedir a prisão preventiva dos acusados, pois havia a certeza que nas outras buscas encontrariam drogas e geraria a prisão em flagrante.

O delegado disse ainda que foram presas três pessoas, os três alvos principais da polícia, entre eles, "Carlão Catavento", juntamente com a esposa, conhecida como "Rita do Catavento" e o vulgo "Carlinhos Oião".

Todos os acusados estão detidos na delegacia de Parnaíba e após a lavratura dos procedimentos serão encaminhados ao presídio localizado no município.

Segundo Albert Paulo, foram apreendidas drogas e armas de fogo, dentre os quais, dois revólveres e uma espingarda.

A partir do cumprimento destes mandados de busca, a polícia irá identificar outras pessoas que tenham participação nesse comércio de tráfico no Bairro São Vicente de Paulo e as diligências da polícia irão continuar para gerar outras representações, outros mandados de busca e mandados de prisão dos que forem identificados como participantes do tráfico de drogas.


Tacyane Machado para o Proparnaiba.com
Fotos: Tacyane Machado e PF

terça-feira, 26 de março de 2013

Jovem de 15 anos fica ferido após ser atropelado por caminhão no interior do Piauí

A vítima sofreu lesões na cabeça e fratura na perna direita

Ciclista ficou gravemente ferido
Ciclista ficou gravemente ferido
Foto: Cidades na Net

Um jovem de apenas 15 ficou gravemente ferido em um acidente ocorrido no final da tarde desta segunda-feira (25) na BR 407, nas proximidades da ladeira da Santana, a cerca de 4 km da cidade de Jaicós.
O menor R dos S. C. foi atropelado por um caminhão modelo Mercedes 710, quando tentava atravessar de bicicleta a BR 407. Segundo relato de passageiros do caminhão, o motorista teria tentado desviar da bicicleta, mas não evitou a colisão. Com a manobra, o caminhão chegou a sair da rodovia.
Com a colisão, o jovem ficou gravemente ferido, sofrendo lesões na cabeça e fratura na perna direita. Ele foi socorrido e encaminhado para o Hospital Florisa Silva, em Jaicós, e seguida, transferido para Hospital de Urgências de Teresina.
Uma criança de apenas 4 anos, que também estava na bicicleta, saiu ferida e está internado em observação no Hospital, em Jaicós e não corre risco de vida.
O caminhão foi recolhido à Delegacia de Polícia Civil. Os passageiros do caminhão prestaram depoimento, mas o motorista não se apresentou. O Mercedes seguia de Paulistana com destino a Picos, transportando animais.
Jovem de 15 anos fica ferido após ser atropelado por caminhão no interior do PiauíJovem de 15 anos fica ferido após ser atropelado por caminhão no interior do Piauí
FONTE: Cidades na Net

PIAUI TERRA QUERIDA

o povo do sul pensa que no piaui a vida e assim
na verdade e assim antes de critica venha conhece o Piaui eo melhor estado do brasil riquezas a mil muita mulher bonita e homens ,carros de luxos e sobre tudo temos paz hospitalidade e respeito  pelos outros

Força Tática de Parnaíba prende traficantes no Bairro Piauí

  NO ULTIMO , Domingo, por volta das 10h30min a guarnição de Moto Patrulhamento da Força Tática, comandada pelo Cabo João Paulo abordaram três elementos com atitude suspeita no cruzamento da Projetada Nº 65 com a Rua Guaporé, no Bairro Piauí.

Durante a abordagem foram identificados (Da esquerda pra direita) Raimundo Ednaldo, (vulgo Edin), Diego Nascimento Galvão e Luiz Aldenor. Com os mesmos foram encontradas 56 pedras de crack e a importância de R$ 840,00.


Os indivíduos foram encaminhados a Central de Flagrantes para os devidos procedimentos legais.
Fonte e edição: Força Tática de Parnaíba

Operação Pente Fino prende 10 pessoas e apreende drogas no Morro da Esperança

A Policia Militar deflagrou na manhã desta terça feira (26), na região do Morro da Esperança, localizado na zona Norte de Teresina, a operação 'Pente Fino', com o objetivo de desarticular bocas de fumo, coibir os assaltos na região, intimidar o tráfico de consumo de drogas e fazer policiamentos ostensivos na área, que tem grande intensidade de venda de drogas.
De acordo com informações, aproximadamente 50 policiais dos grupamentos RONE (Ronda Ostensivas de natureza Especial), GATE (Grupo de Ações Táticas Especiais), CANIL, CPTRAN (Companhia de Trânsito) estão na região para realizar uma pacificação velada.
Segundo o Coronel Albuquerque, as vilas estão sendo ocupadas e a polícia vai autuar toda e qualquer atitude delituosa. Ainda de acordo com informações do coronel a operação também tem caráter pacificador nas áreas violentas da região. A operação 'Pente Fino' também será deflagrada em outras zonas de Teresina.
Foi encontrada uma grande quantidade de entorpecentes na região, principalmente o crack e maconha. Foi encontrado também quantias em dinheiro proveniente do tráfico de drogas. As entradas e saídas do Morro da Esperança, conhecido também por Morro do Urubu, estavam fechadas com o pessoal da Ciptran (Companhia de Policiamento de Trânsito).
Participaram da operação o Coronel Alberto, Coronel Albuquerque e o Capitão Fábio Abreu da Rone.
O coronel Alberto, comandante de Policiamento da Polícia Militar, afirmou que já foi apreendida uma grande quantidade de Crack. O coronel Alberto declarou que já existem outras operações como essa, planejadas para mais vilas e bairros de Teresina.
Há 15 dias a polícia militar fez um ensaio da operação deflagrada nesta manhã na Vila Jerusalém, na zona Sul, de Teresina.
Os primeiros saldos da operação pente fino, foram da desarticulação de duas bocas de fumos e 10 pessoas presas que serão encaminhadas para a Central de Flagrantes.
A polícia vai permanecer durante toda a semana na região no intuito de diminuir a circulação de drogas na zona Norte. “Nossa intenção é que a comunidade confie no trabalho da polícia. Nós vamos fazer novas operações em outras zonas de Teresina”, afirmou o Coronel Albuquerque fazendo o balanço do primeiro dia da operação pente fino.
Durante a operação foram apreendidas fotografias de acusados de tráfico aparentemente fumando maconha e em festas.
Os policiais encontraram em uma residência, um esconderijo para drogas que tinha como camuflagem um registro de água.
Uma das detidas é Ana Mércia Cardoso, de 42 anos, que reside na Rua Amazonas, no Morro das Esperança. Na residencia de Ana Mércia foram encontrados maconha e pedras de crack.
Ana Mércia não quis comentar sobre o ocorrido e vai ser conduzida para Central de Flagrantes.
Entre os detidos estão Carlos André de 19 anos, Andriely de 18 anos, Socorro Santos e mais dois menores. Jairo oliveira Lopes, de 25 anos também foi detido.























































FONTE MEIO NORTE