sexta-feira, 31 de outubro de 2014

CHACINA: HOMEM SURTA, invade casas e mata 5 pessoas

                         Acusado pelas mortes é procurado pela polícia
SÃO MIGUEL DO TAPUIO: A esposa do atirador e dois professores estão entre as vítimas
É de apreensão e medo o clima na cidade de São Miguel do Tapuio, depois que um atirador matou cinco pessoas na zona Rural do município, em um ataque de fúria. Sem informações certas sobre o paradeiro de Clévison Vieira Matias, conhecido apenas como "Chiê", os moradores temem sair de casa. É grande a quantidade de policiais na região, que tenta fechar o cerco e evitar a fuga do atirador.
A chacina aconteceu no início da tarde desta quinta-feira (30/10).
Entre as vítimas estão a esposa do atirador, identificada apenas como Maria, um senhor de idade conhecido como Juvêncio e o neto, além de dois professores, chamados Roberto e Claudio.
As primeiras informações sobre a motivação desta tragédia seria a prisão de dois parentes seus na semana passada. O atirador teria descoberto que a denúncia partiu de do líder comunitário Juvêncio, e para se vingar, matou o idoso e o neto, um adolescente de apenas 14 anos. A chacina teria começado na casa de Maria, esposa do atirador, que de acordo com as primeiras informações repassadas para a polícia, teria sido a primeira vítima de Clévison.
O homem teria ainda tentado matar pelo menos outras duas pessoas, mas a arma que usava acabou falhando, e evitando uma tragédia ainda maior.
A reportagem do 180 está na cidade e acompanha a movimentação após o crime brutal. As informações entre a população são desencontradas, e até 19h30 desta noite, a perícia permanecia no local. A Polícia Militar do município e de cidades vizinhas acompanham o caso.
O Instituto de Medicina Legal foi acionado para remover os corpos. O helicóptero da Polícia Militar está na cidade ajudando nas buscas pelo acusado. A aeronave posou na cidade no final da tarde desta quinta-feira.
IMAGENS DAS VÍTIMAS DA CHACINA
                         Fonte:180Graus

CONFIRA FOTOS DAS VÍTIMAS









Atualizada às 18:20
O sargento Luis Ferreira da Cunha da Força Tática de Campo Maior informou que Clemilton Vieira Matias, 35 anos, conhecido como “Chie” matou 5 pessoas entre elas sua esposa a agente comunitária de Saúde Maria Moreira, o professor de Informática Roberto, o comerciante Claudio, o líder comunitário Jovêncio, e o jovem Sidney, tentou mantar ainda mais duas pessoas, entretanto na hora as suas armas não dispararam.
A esposa de Chiê teria sido morta por tentar impedí-lo de cometer os assassinatos.
Segundo ele, a polícia vai para o povoado Palmeira de Cima, zona rural de São Miguel do Tapuio porque os moradores estão alarmados, em pânico porque ele prometeu voltar para matar as duas pessoas que ele não matou.
O Sargento disse ainda que 'Chie' estava armado com duas armas, uma pistola .40 e um revolver calibre 38 que eles escondia em um buraco em sua residência.
Conforme o Sargento Luis Ferreira da Cunha, 'Chie' matou as pessoas que estavam encabeçando um abaixo assinado para sua expulsão do povoado Palmeira de Cima por está traficando drogas.
“Em sua casa havia um buraco onde ele escondia as armas, de onde tirou a pistola .40 e o revólver 38 e tinha bastante munição. Segundo os vizinhos ele ia matar outra pessoa que estava dormindo, mas a arma não disparou e a pessoa saiu correndo. Todas as pessoas que foram assassinadas estavam envolvidas com o abaixo assinado para que 'Chie' fosse expulso do povoado Palmeira de Cima. Como ele disse que tinha mais gente para matar, ele prometeu voltar”, declarou o sargento Luis Ferreira da Cunha.
Homem executa 5 pessoas em São Miguel do Tapuio
O Instituto Médico Legal foi chamado na tarde desta quinta-feira (30) para resgatar os corpos de 5 pessoas que foram assassinadas por um homem, em São Miguel do Tapuio, na região norte do Piauí.
Segundo o jornalista Filipe Germano o executor do crime seria um homem conhecido "Chie". Ele teria passado de motocicleta na frente da escola Raimundo Marcelino de Sousa II, que fica no povoado Palmeira de Cima, a 48 km da sede do município e executado as vítimas.
"Chie" teria assassinado primeiro a sua esposa Maria Moreira que é agente comunitária de saúde. Em seguida ele matou o líder comunitário Jovêncio de São Miguel de Tapuio e seu neto conhecido apenas como "Cidim" e sua última vítima foi um comerciante morador da localidade Palmeira de Cima identificado apenas como Cláudio.
Segundo informações, o assassino empreendeu em fuga para sair do município e está sendo perseguido pelas polícias de São Miguel do Tapuio, Castelo do Piauí e do Ceará.
Segundo informações do Portal Campo Maior em foco o assassino teria 35 anos e comandava o tráfico de drogas na região. Ele teria ficado zangado com a prisão de dois parentes seus na semana passada em São Miguel do Tapuio e acreditava que a denúncia teria sido feita por Jovêncio. Para se vingar ele foi até a sua casa e matou ele.
Informação extra-oficial dizem ainda que havia um abaixo assinado na escola Raimundo Marcelino de Sousa II  contra Chiê para que ele fosse retirado da localidade, por isso ele teria se deslocado até lá para se vingar.


"Chie", o assassino

Nenhum comentário :