sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Travesti é na faculdade!


Ao mesmo tempo em que se discutem as questões de problemáticas em torno do preconceito contra as pessoas homossexuais, a travesti Jessyka Rodrigues, presidenta do grupo de Travesis e Transexuais Bonea de Pano, fica feliz por estar ingressando num curso superior, por meio da nota de corte do ENEM.
”Perceber aqueles olhares de curiosidade e de surpresa por ser uma das poucas travestis a estar numa faculdade, me deixa ciente que terei que enfrentar muitas formas de preconceito, mas o campo acadêmico é um local de reflexão e lutarei para ir até o fim da graduação em serviço social”, comenta Jessyka.
O Dia da Visibilidade Trans lembra a luta do movimento LGBTT, a partir de seu segmento “TT”, pela cidadania e direitos de travestis e transexuais. Pretende-se, a partir das ações dessa data, buscar uma real visibilidade a este segmento, diversa daquela que muitas vezes é retratado pela mídia em programas de comédia ou em boletins policiais.
Não raramente os programas de comédia retratam as travestis como homens que tentam mentir sobre seu sexo biológico, ignorando as questões de gênero reforçando estereótipos e desrespeito.
Edição: Wellington Araújo

Nenhum comentário :