sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Agespisa explica falta de água em Parnaíba e cidades vizinhas


O problema do desabastecimento de água em Parnaíba e cidades vizinhas vêm gerando dor de cabeça e insegurança. Nossa reportagem foi até a gerência da Agesisa saber o que houve e se essa falta de água vai continuar.
Cirilo Albuquerque - Regente da Agespisa em Parnaíba.

Fomos comunicados nesta terça feira (24/11) por volta das 22 horas que tinha queimado uma bomba na captação de água bruta, essa bomba fica no flutuante, ou seja, fica em um barco ancorado na beira do rio, só que essa bomba pesa mais de mil e duzentos quilos e o acesso para se trabalhar com ela é muito complicado, mas, na manhã da quarta-feira (25/11) solicitamos de Teresina uma equipe com caminhão “mulk” e mais duas bombas novas”. Disse o gerente Cirilo Albuquerque.
Segunda informações colhidas na manhã desta sexta feira (27/11) com a gerência da Agespisa em Parnaíba (PI), o problema do desabastecimento se agravou devido uma falha no sistema elétrico, ocorrido na noite desta quinta feira (26/11) quando era feito a substituição das bombas e isso dificultou ainda mais o trabalho da equipe que hoje pela manhã trabalha no local com cerca de dez homens. “A expectativa é que até o início da noite de hoje o problema tenha sido resolvido e pedimos a sociedade que tenham calma, pois o sistema está desabastecido e requer tempo para que tudo se normalize.

O gerente Cirilo Albuquerque disse ainda que dos vários anos que trabalha na Agespisa de Parnaíba é a primeira vez que ele passa por um período estendido com falta de água e espera compreensão de todos. Disse ainda que a água que chega fraca nas residências é um esforço que a equipe faz para bombear água, visando os estabelecimentos de saúde e locais estratégicos.
Por: Denílson Freitas/Blog do Pessoa

Nenhum comentário :