segunda-feira, 28 de março de 2016

Ciclista morre na BR-402 após realizar visita aos amigos

Corpo de vendedor de cuscuz continua no IML por falta de médico para liberação.

O corpo do vendedor de cuscuz, Francisco Brito de Aguiar, o Pitico, de 42 anos, continua na bandeja do IML daquela unidade não haver médico legista para liberação do mesmo para sepultamento.

A vítima saiu pedalando sua bicicleta da localidade Brejinho de Fátima, na zona rural de Luis Correia, por volta das 14hs deste domingo de Páscoa com destino a Parnaíba. Pitico não terminou o percurso por que chegou a passar a mal e caiu no durante o trajeto, na altura do povoado Olho Dágua, na BR 402, onde foi encontrado por populares já sem vida e com a boca com marcas de sangue.

O corpo foi encaminhado ao IML ao final da tarde, sendo que até o presente momento, continua naquela instituição, para indignação dos familiares, que reivindica o corpo para sepultamento.


“Pitico” era bastante conhecido por entregar cuscuz nas residências. A causa ainda não foi identificada, mas pode ser morte natural.
Francisco Brito Aguiar
Francisco Brito Aguiar, 41 anos, mais conhecido “Pitico”.
Um ciclista foi encontrado morto por volta das 15h30 deste domingo (28/03) na BR-402, no povoado Olho D’água, zona rural de Parnaíba. O homem foi identificado pelo nome de Francisco Brito Aguiar, 41 anos, mais conhecido “Pitico”.
A Polícia Militar foi até o local e comprovou que havia um homem morto. Uma equipe da perícia criminal do IML de Parnaíba realizou os procedimentos e removeu o corpo. Segundo o tenente Páscoa, Francisco morava na Rua Principal do Bairro Sabiazal e tinha ido visitar os amigos, quando morreu no regresso para casa. Ele teria morrido de parada cardíaca.
Morte súbita
Apesar da perícia criminal ainda não ter se pronunicado, mas ao que parece a hipótese de atropelamento está descartada por não haver sinais de colisão com sua bicicleta e o compo também não apresentar sinais evidentes de pancada. A hipótese mais provável é que Pitico tenha sofrido um mau súbito e tenha falecido sem que tenha tido tempo de pedir socorro.
exame no localpericia criminal
Por Daniel Santos/Portal Costa Note

Nenhum comentário :