sexta-feira, 11 de março de 2016

Desperdício de recursos: o abandono das coisas de Parnaíba.


Pensando bem I
                                        Praça dos Poetas

Por que determinados gestores públicos ao assumirem seus mandatos esquecem ou ignoram o que foi feito por seus antecessores? Aqui em Parnaíba, só para citar um exemplo, do que foi deixado pelo ex-prefeito Paulo Eudes, o que ainda resta? Depois que em 2005 assumiu seu sucessor, o ex-prefeito José Hamilton, o que foi feito da Praça dos Poetas, por exemplo? Atualmente ela só existe ainda porque o malfadado IPHAN ainda não deixou que fosse construído o tal Shopping dos Camelôs, prometido pelo atual prefeito.

Pensando bem II
A "Tenda" da Esplanada da Estação

Da “tenda” da Esplanada da Estação, onde eram realizados shows, feiras de arte, etc., e onde também foram gastos recursos públicos, ninguém sabe o que foi feito. Sem se falar naqueles velhos casarões próximos ao chamado “Porto do Pedro Machado”, na beira rio. Ninguém sabe para que o ex-prefeito Paulo Eudes os adquiriu, porque até hoje não servem pra nada. Estão lá se acabando, servindo de esconderijo para marginais. O atual prefeito doou uma área para o Banco do Nordeste fazer um Centro Cultural que até hoje não saiu do papel. Dos velhos prédios adquiridos pela Prefeitura naquele tempo só dois tem alguma serventia: abrigam o Instituto Histórico e a Biblioteca Municipal, na Rua Duque de Caxias. Mas correm o risco de desabar, por falta de manutenção.


Pensando bem III
                          Casarões da Prefeitura na beira rio

Os velhos prédios estão na área tombada pelo Patrimônio Histórico e fizeram parte da história da cidade na época da navegação fluvial, ou seja, surgiram no final dos anos vinte do século passado. Era para serem preservados. Também foi dinheiro público gasto. Mas será que o prefeito de então não teria feito melhor aplicando os recursos em outras áreas? Sim, porque embora a área tivesse sua importância histórica há quase 12 anos os administradores que vieram depois de Paulo Eudes – Zé Hamilton e Florentino, não deram importância alguma. Desde 2013 o prefeito Florentino Neto espera recursos do “PAC das Cidades Históricas” para recuperar aquela área tombada. E se não sair recurso algum, como tudo indica? Esperar até quando? Os velhos prédios aguentam?

Planejamento
Que o próximo prefeito tenha o devido equilíbrio de administrar pensando acima de tudo nas pessoas. Em realizar algo que tenha utilidade para a população, que necessita de tanto. Não é admissível que maus gestores metam a mão no dinheiro público e passem a gastá-lo ao seu bel prazer, sem nenhum planejamento. Nestes quase 12 anos de gestão Zé Hamilton e Florentino, quantos abrigos de passageiros foram construídos, por exemplo? Isso não é importante para quem usa transporte público? E o próprio transporte público, que é prioridade para gestores do Brasil inteiro, em Parnaíba parece não fazer parte das preocupações dos responsáveis pela administração. Infelizmente. Por que?

Refém
Outra coisa que deve ser evitada pelo próximo prefeito é esta história de dar portarias para vereadores distribuirem com seus cabos eleitorais. É uma espécie de “mensalinho”, porque tais portarias terminam engordando os salários de alguns edis. Fala-se que parte deles divide o valor da portaria com o seu “indicado”, que recebe cargo comissionado para nada fazer. “Prefeito não tem que ficar refém de vereador, como acontece agora com o prefeito Florentino Neto”, disse o ex-governador Zé Filho em entrevista a este jornal. Para ele, esta é uma das diferenças entre o atual prefeito e o seu antecessor, deputado Zé Hamilton, que “não dava mole” para vereador.

Fonte: Blog do Bsilva 

Nenhum comentário :