segunda-feira, 4 de abril de 2016

Idosa é brutalmente assassinada após roubo no litoral do PI.


Idosa tinha 72 anos e morava com a família no povoado Árvore Verde, (Crédito: Kairo Amaral)
Idosa tinha 72 anos e morava com a família no povoado Árvore Verde, (Crédito: Kairo Amaral)
A idosa Luíza Silva Sousa, de 72 anos de idade, foi brutalmente assassinada a base de facão na tarde deste domingo (03/04) no povoado Árvore Verde, zona rural do município de Cajueiro da Praia, no litoral do Piauí. Segundo a Perícia Criminal, o golpe atingiu a região do maxilar, arrancando todos os dentes da vítima.
De acordo com o esposo da vítima, no momento do crime a idosa estava sozinha em casa. Ele informa que chegou a ver o suspeito fugindo do local após assassinar a idosa e roubar a quantia de R$ 800,00 (oitocentos reais) que estava guardado dentro da residência.
“Eu tinha ido com o meu genro na sede do município para comprar gasolina. Quando eu cheguei, já vi ele correndo rumo ao mato. Entrei na casa e não vi ela. Ao sair, encontrei a dentadura dela, a bicicleta do assassino e o corpo de minha mulher. Já sabemos o nome do acusado e informamos para a polícia”, disse o esposo da vítima, Francisco Sousa.
Após o latrocínio, guarnições da Companhia Independente de Policiamento Turístico (CIPTur) se deslocaram para o povoado. Segundo o comandante da PM em Cajueiro da Praia, esta é a primeira vez que um crime como este é registrado na região.
“Quando chegamos no local, os familiares nos informaram que o suspeito havia fugido, deixando para trás uma bicicleta e alguns pertences. A informação que recebemos é que ele matou para roubar a vítima. Um crime inédito nesta região, pois jamais tivemos um caso como este de tamanha brutalidade”, afirmou o comandante de policiamento de Cajueiro da Praia, tenente Wilson Reis.
Uma equipe do Instituto de Criminalística de Parnaíba, chefiada pela perita Marcela Sampaio, foi acionada para realizar os levantamentos na cena do crime. De acordo com as informações preliminares, vítima e acusado chegaram a travar uma luta corporal.
“Embora o local já tivesse alterado, por conta dos curiosos e da chuva, pudemos notar um local de violência próximo a residência da vítima. Dentro de um matagal encontramos o cadáver de uma idosa com sinais de violência a partir de instrumento semelhante a um facão. Diante dos vestígios encontramos, podemos afirmar que realmente houve agressões a vítima e em seguida ela foi levada para dentro do mato”, informou a perita criminal Marcela Sampaio.
O corpo foi removido por uma equipe do IML para o posto avançado do Instituto Médico Legal de Parnaíba, localizado no bairro Frei Higino.
Perícia Criminal no local do crime.  (Crédito: Kairo Amaral )
Perícia Criminal no local do crime. (Crédito: Kairo Amaral )
Image title
Esposo da vítima.
Esposo da vítima.
Image title
Image title
Bicicleta utilizada pelo acusado foi abandonada próximo ao local do crime.
Bicicleta utilizada pelo acusado foi abandonada próximo ao local do crime.
Image title
Por Kairo Amaral / Meio Norte
Fotos: Francisco José 

Nenhum comentário :