quarta-feira, 25 de maio de 2016

Eletrobrás efetua corte coletivo de energia elétrica em residências e logo em seguida inicia paralização


Inúmeras residências de Ilha Grande e de Parnaíba tiveram o fornecimento de energia elétrica cortado e quando os moradores foram na manhã de hoje (25) até a Eletrobrás tentar resolver a situação, encontraram as portas fechadas devido a uma paralisação deflagrada por funcionários do setor elétrico que exigem do governo o cumprimento do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT).

Comunicado pela população que está se sentindo prejudicada, o vereador Carlson Pessoa questiona a decisão da empresa de cortar a energia dos usuários e logo em seguida iniciar a paralisação que, devido ao feriado, se estenderá até a próxima segunda-feira (30).

“Os trabalhadores tem todo o direito de reivindicar por seus direitos, no entanto, meu questionamento é quanto a forma como a paralisação foi feita, um dia após ser autorizado o corte de energia de inúmeras casas. Agora as pessoas serão obrigadas a ficarem cinco dias nas escuras. A população também não pode ser prejudicada dessa maneira”, questionou o vereador.

“Fui hoje cedo na Eletrobrás pedir o religamento da minha luz, mas estava tudo fechado e agora fui informada de que eles só voltarão ao trabalho na segunda-feira. Isso não é justo, não podemos ficar tantos dias sem um serviço tão essencial”, disse uma moradora.

Um comentário :

Anônimo disse...

ESSA EMPRESA ELETROBRAS E UMA DESGRAÇA UMAS DAS CARAS DO PAIS DIGO ISSO PORQUE MOREI EM PARNAIBA EM 2013 E 2014 MORAVA EM BRASILIA TIVE QUE RETORNAR PARA BRASILIA EU PAGAVA NA EPOCA 250 REAIS DE ENERGIA HOJE SE EU AINDA ESTIVESSE AI ESTARIA PAGANDO UNS 450 REAIS, ATUALMENTE PAGO A ENERGIA AQUI EM BRASILIA 160 REAIS COM OS MESMOS APARARELHOS QUE EU USAVA AI.SEM FALAR NA AGESPISA QUE TAM ERA CARISSIMA E OS SERVIÇOS PESSIMOS, O POVO TEM QUE REAGIR A ISSO.