quinta-feira, 5 de maio de 2016

noticia da noite lesão e roubo


 O plantão noturno da central de flagrantes desta quarta-feira(04/05) recebeu dois casos de prisão em Flagrante creditados nos crimes de violência doméstica/furto, seguido de lesão corporal e a outra por violação de domicilio.

Uma patrulha da policia militar comandada pelo sargento Clemente foi acionada por volta das 20hs 30 para atender uma ocorrência de furto em uma residência no conjunto Dom Rufino III. Ao chegar no endereço, a patrulha foi informada pela vítima de que o furto foi praticado pelo seu companheiro, ora identificado como sendo o nacional Francisco Wallison dos Santos, de 22 anos, residente no bairro Alto Santa Maria.

Os militares localizaram o acusado e encontraram um dos objetos em posse de um sujeito residente naquele mesmo conjunto, o qual teria comprado o objeto sem saber à sua real procedência.

 Em consequência dos fatos, o caso foi levado para central de flagrantes.

 Francisco Wallison deu entrada na central de flagrantes com o braço direito lesionado por arma branca. 


José Nascimento dos Santos, o Zezinho, de 22 anos, foi preso por volta das 21hs por uma guarnição da policia militar comandada pelo sargento Marcos, acusado de invadido a residência de sua tia localizada na projetada 101, bairro Vazantinha, na Ilha Grande de Santa Isabel.

Com a chegada da policia no endereço, Zezinho foi dominado e preso no quintal da casa em questão. O caso foi levado ao conhecimento do delegado Rodrigo Luna, o qual autorizou o cartório daquela distrital, lavrar o procedimento criminal em torno do caso. 

OUTRO CASO

Um adolescente de 15 anos foi apreendido no inicio desta madrugada de quinta-feira(05/05), acusado de ter ameaçado a base de faca sua companheira grávida. O fato aconteceu na rua Paraná, bairro Bebedouro. 

A suposta vítima disse à policia que não era nada demais, apenas briga de casal. A faca utilizada na ameaça foi encontrada pelos policiais pertencente ao adolescente. 

O menor foi levado para central de flagrantes acusado de ameaça de morte após relatos de testemunhas.

Nenhum comentário :