quinta-feira, 9 de junho de 2016

Dinheiro falso está circulando na cidade

 
A falsificação é crime previsto pelo artigo 289 do Código Penal, com pena prevista de 3 a 12 anos de prisão.

Um alerta foi lançado aos comerciantes da cidade de Buriti dos Lopese em parnaiba devido à circulação de notas falsas que começaram a aparecer no comércio local. Só nesta semana, pelo menos dois comerciantes foram vítimas deste golpe que gera um alerta a toda a população buritiense e parnaibana. As notas falsas encontradas até agora são as de 100 reais, mas é possível que notas de 50 também tenham sido passadas por bandidos. Imagens de algumas notas falsas que estavam circulando na cidade foram enviadas ao Blog.


Só nesta manhã de quarta-feira, dia 08, o Banco do Brasil constatou duas notas falsas. O banco alerta aos comerciantes e populares que para identificar uma nota falsa é preciso estar atento aos principais elementos de segurança. Nas notas da Primeira Família verifique a marca d’água, a imagem latente e o registro coincidente. Verifique também o relevo. Nas cédulas da Segunda Família do Real, verifique a marca d’água, o número escondido, a faixa holográfica (nas notas de 50 e 100 reais) e o número que muda de cor (nas notas de 10 e 20 reais). Sinta também o alto-relevo.



Ao desconfiar que uma nota recebida seja falsa, a orientação é de que o cidadão procure uma agência bancária e peça para que um funcionário analise a cédula. Se constatada a falsidade, o próximo passo é procurar a Polícia, levando consigo a nota falsificada.

A falsificação é crime previsto pelo artigo 289 do Código Penal, com pena prevista de 3 a 12 anos de prisão. Quem tentar colocar uma cédula falsa em circulação, depois de tomar conhecimento de sua falsidade, mesmo que a tenha recebido de boa fé, pode ser condenado a uma pena de seis meses a dois anos de detenção.

Por: Frank Cardoso (Portal Boca do Povo)

Nenhum comentário :