segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Morre bebê de adolescente que nasceu em parto violento no Heda


“A família está arrasada. Eles sofreram Depois de lutar pela vida durante três meses, o bebê de uma adolescente de 15 anos que foi direto para a UTI devido procedimentos agressivos durante o nascimento, não resistiu aos ferimentos no crânio e veio a óbito nesta manhã (22). O garoto precisava fazer uma cirurgia, mas o procedimento nunca chegou a ser realizado. O estado de saúde dele era tão grave que funcionários do hospital já falavam na possibilidade de encaminhá-lo para aposentadoria. 

O caso foi denunciado no Blog do Pessoa em junho deste ano: http://carlsonpessoa.blogspot.com.br/2016/06/adolescente-vive-momentos-de-horror.html e lutaram tanto pelo bebê. O corpo será levado para o Maranhão ainda hoje”, disse uma amiga da família.

Entenda o casoDe acordo com relatos de uma testemunha, a mãe do garotinho viveu momentos de terror durante o parto, pois a mesma não tinha passagem para o bebê e mesmo assim o médico forçou o parto natural.

O médico teria feito cortes na vagina e depois apertado tanto a barriga da paciente que somente aumentou o sofrimento da mãe e do bebê.

Como não havia passagem, ele tentou retirar a criança com um fórceps, mas o aparelho apenas machucou o bebê que acabou aspirando mecônio. Somente depois de uma sucessão de erros, uma médica obstetra apareceu e fez a intervenção, levando a garota para fazer cesária.

FONTE BLOG DO BLOG DO PESSOA

Nenhum comentário :