sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Adolescente vive momentos de horror durante parto no Heda


Ao nascer, bebê foi levado direto para a UTI

Uma testemunha relata momentos de terror vividos por uma adolescente de 15 anos durante o parto realizado semana passada no Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (Heda). De acordo com a denúncia de uma amiga da paciente, um médico, tentou forçar a garota a ter parto normal. O médico teria feito cortes na vagina e depois apertou tanto a barriga da paciente que somente aumentou o sofrimento da mãe e do bebê.

Como não havia passagem, ele tentou retirar a criança com um fórceps, mas o aparelho apenas machucou o bebê que acabou aspirando mecônio. Somente depois de uma sucessão de erros, uma médica obstetra apareceu e fez a intervenção, levando a menina para fazer cesária. A criança foi levada direto para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e a mãe está inconformada com tudo o que aconteceu.

Além disso, a garota também ficou com sequelas do parto e para piorar a situação, o hospital não fornece os remédios que ela precisa tomar, sendo que a paciente precisa comprar a medicação com o próprio dinheiro.

EM TEMPO: Ao tomar conhecimento do assunto o vereador de Parnaíba Carlson Pessoa(PPS), esta juntando informações de pessoas ligadas a "vitima" para buscar se for preciso na Justiça a reparação devida. 

Nenhum comentário :