segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Invasão de terras em Parnaíba

Reunião hoje com pessoas que apresentaram documentações de propriedade de alguns terrenos que foram ocupados. A polícia militar irá agir para coibir crimes ambientais praticados pelos invasores como a queima e o desmatamento nas áreas invadidas e outros eventuais crimes verificados. Não serão tolerados atos de vandalismo ou qualquer outro que atente contra a segurança pública. Prisões poderão acontecer. O Ministério Público também se fez presente.




Um comentário :

Jose Sales disse...

É com tristeza que acompanhamos notícias sobre invasão de terras na linda cidade de Parnaiba-PI.
Somos empresários de São Paulo e adquirimos um lote nos Tabuleiros Litorâneos do Piauí.
Nosso projeto visa produzir com responsabilidade social, ambiental e sustentabilidade.
Dentro do programado e projetado nosso empreendimento gerará acima de 150 empregos diretos entre: engenheiros agrônomos, tecnicos agricolas e agropecuários, tratoristas, mecânicos, eletricistas, trabalhadores braçais, vigias, cozinheiras, técnicos em irrigação e hidráulica,
embaladoras,carregadores,motoristas, etc.
Qual a razão da não implantação de nosso projeto até o momento?
Invasores de terras (ocupação ilegal).
Agrupados em uma fictícia associação tendo em vista que tal associação tem como seu principal objetivo de acordo com o informado à Receita Federal o cuidado com idosos ou seja uma entidade filantrópica sem fins lucrativos.
Membros dessa associação assim denominada ASCOMTRAM moram em Parnaiba, possuem moradia própria, alguns possuem comércio outros sao aposentados, afinal poucos são os que têm coragem de cultivar e esses poucos são manipulados por aqueles que têm como único objetivo o pecuniário na desocupação.
Este objetivo em tirar proveito está muito claro em documento entregue ao DITALPI (tabuleiros litorâneos ) pelo sr. Francisco de Lima (Chico de Lima ) que foi o presidente de tal associação e que ao perceber que os objetivos dos invasores era apenas o pecuniário desistiu e entregou uma declaração dizendo que percebeu tal monobra e também entendeu o quanto esta invasão estava prejudicando empresários desejosos de produzir gerar renda, empregos, tributos e bem estar a todos de Parnaíba e abandonou a área.
Temos uma empresa já aberta no lote: Delta Brasil Agroindústria Brasileira Ltda, impossibitada de operar pelo impedimento dos invasores em podermos trabalhar na área.
Os invasores destroem os canais de irrigação, retiram água sem nenhum controle dos canais e deixam escorrendo água por gravidade com enorme prejuízo aos irrigantes legais produtores que lutam para dar emprego e gerar renda, retiram madeira sem autorização do órgão competente inclusive em áreas de preservação permanente, soltam animais sem nenhum controle, vendem as ocupações enganando as pessoas.
Um verdadeiro desmando.
Perde muito o querido município de Parnaiba.
Essas informações poderão ser confirmadas junto ao DITALPI (Distrito de Irrigação Tabuleiros litorâneos do Piauí).