quinta-feira, 29 de junho de 2017

Mega Operações policiais cumprem 13 mandados de prisão e 10 de condução coercitiva em Parnaíba

Deu início nnas primeiras horas uma operação da Polícia Militar coordenada pelo capitão bareta ja no bairro pindorama foi feito vistoria em uma boca mas nada encontrado agora em varios ponto de Parnaíba a operação continua mas i.formações em instantes



A Secretaria de Segurança Pública, por meio da Polícia Civil do Piauí, realiza nesta quinta-feira (29/06), duas operações policiais na cidade de Parnaíba para cumprimento de Mandados de Prisão e de Busca e apreensão naquele município. 
A primeira operação, denominada Penitentes, deflagrada pelo GRECO - Grupo de Repressão ao Crime Organizado, visa o cumprimento de 02 (dois) Mandados de Prisão, 03 (três) de Busca e Apreensão e uma Condução Coercitiva, relacionados ao combate dos Crimes de Corrupção Ativa e Passiva, praticados por Agentes Penitenciários lotados na Penitenciária Mista de Parnaíba, que atuavam como facilitadores para entrada de aparelhos celulares e drogas no presídio. A ação contou com o apoio da Secretaria de Justiça do Piauí durante a fase de investigação.
 Em outra ação, policiais civis estão dando cumprimento a 13 (treze) Mandados de Busca e Apreensão, em continuidade ao trabalho de combate ao tráfico de drogas na região visando o período de férias no mês de julho. A operação, coordenada pela Delegacia Regional de Parnaíba, por meio da Delegacia de Homicídios/Tráficocde Drogas/Latrocínio, conta com o apoio das Delegacias de Luis Correia, Buriti do Lopes e Cocal. 
Cerca de 60 policiais civis estão envolvidos nas operações deflagradas nesta quinta-feira.
As 11h, Em Parnaíba será realizada entrevista coletiva, na Delegacia Regional onde estarão presentes o Secretário Fábio Abreu, Delegado Regional Eduardo Ferreira, Delegados Eduardo Aquino, Laércio Evangelista e demais Delegados de Polícia que participaram das operações, bem como a imprensa poderá receber informações da Operação as 11h na Delegacia Geral.
FONTE:BLOG DO PESSOA

Nenhum comentário :